terça-feira, 26 de agosto de 2014

Monthly Famitsu - Pokkén Tournament anunciado (análise)

Após uma semana repleta de especulação, chega-nos o tão esperado anúncio "chocante" por parte da Pokémon Company. O cenário estava montado para uma grande surpresa e o que foi divulgado não ficou a dever ao hype gerado nos últimos dias (ou desde há um ano para sermos mais correctos).


Às 22h no horário de Tóquio (14h em Portugal Continental), teve início o stream, via NicoNico, da Monthly Famitsu, apresentado por Ayana Tsubaki e Bunbun-maru. O convidado especial foi, como já havia sido divulgado, Tsunekazu Ishihara, presidente e CEO da Pokémon Company que se fez acompanhar por Aoi Yuki e Nobuhiko Okamoto, voice-actors (seyuu) do anime. Foi também divulgado que a transmissão contaria com a pressença de dois convidados surpresa.

Estes dois convidados foram Katsuhiro Harada ("pai" da série Tekken) e Masaaki Yoshino (produtor do Project Soul, que supervisiona o desenvolvimento da série Soul Calibur), em representação da Bandai Namco, estúdio responsável por ambas as séries de beat 'em up.

Estava portanto reunido o essencial do anúncio: A Pokémon Company, em parceria com a Bandai Namco, está a desenvolver um novo jogo spin-off de Pokémon. Confirmou-se (finalmente) a origem do misterioso teaser apresentado no Pokémon Game Show em Agosto de 2013 (ou seja, há precisamente um ano) e que desde então tem alimentado a especulação dos jogadores.



O novo jogo chama-se Pokkén Tournament (num claro jogo de palavras com a série Tekken, onde as semelhanças são óbvias quer no nome como no logótipo do jogo). É, de facto, um fighting game por excelência como o teaser original permitia inferir, mas não se trata do 'sucessor' de jogos previamente lançados como os Stadium (N64), Colosseum e Pokémon XD (GC) ou Battle Revolution (Wii), como muitos certamente esperariam. Trata-se de um beat 'em up puro ao estilo das séries da Bandai Namco que lhe servem de base, sem elementos de estratégia de combate característicos da série Pokémon. As mecânicas base de Pokémon, particularmente os movesets dos Pokémon escolhidos para figurar no roster, serão incorporados na forma dos típicos combos, tirando partido, tanto quando se pode depreender, das mecânicas de combate quer de Tekken (com maior influência) como de Soul Calibur. A razão que nos leva a acreditar nesta via segue a seguir ao novo teaser apresentado no stream:




O novo teaser, que coloca frente a frente Lucario e Machamp em ambiente de combate, permite ter uma ideia de como este "casamento" de mecânicas poderá funcionar. Ainda não se sabe, para já, o nível de adaptação dos movesets ao novo tipo de jogo mas é de prever que sejam variados na medida que integrarão quer ataques físicos/de proximidade (Attack) como ataques especiais/de distância (Special Attack), dependendo do Pokémon escolhido, pelo que esta flexibilidade de movimentos poderá ser um dos factores de inovação mais evidentes no que toca à inclusão dos Pocket Monsters. Da mesma forma, poderá justificar uma maior familiaridade em termos de combate quer para os jogadores de Tekken como os de Soul Calibur e, como tal, o recurso a uma miscelânea de estilos de combate tendo em conta (e sublinhando mais uma vez) que cada Pokémon tem o seu estilo característico. É com base nesta observação que crê-mos que Tekken, apesar de ser a base estrutural, não representará a plenitude do conceito. No entanto, há que ter em conta que o conteúdo do trailer é WIP (work in progress), pelo que não será certamente uma amostra do produto final. Muito poderá mudar até à conclusão do desenvolvimento do novo jogo.

Por outro lado, há um outro factor que poderá pesar no desenvolvimento de Pokkén Tournament: Super Smash Brothers para a Wii U e Nintendo 3DS. A equipa de Masahiro Sakurai está a desenvolver o beat 'em up da Nintendo nos estúdios da Bandai Namco de maneira que poderá eventualmente desenvolver-se um "empréstimo" de ideias quer a nível de Pokémon jogáveis como de 'emulação' (em maior ou menor grau) de técnicas de combate. Lucario, por exemplo, fará parte dos rosters de Super Smash Brothers (introduzido em Brawl) e Pokkén Tournament, sendo para já o único Pokémon em tal condição. Esta coincidência (?) poderá não significar nada e muito menos estar relacionada, mas fica a nota. A nível de lutadores de Pokkén Tournament, apenas foram revelados três (Lucario, Blaziken e Machamp), por enquanto.

O lançamento de Pokkén Tournament está marcado para 2015 e apenas para as arcadas japonesas. No entanto, Ishihara deu a entender que o jogo chegará primeiro às arcadas. À semelhança de outros jogos do género (Tekken, Soul Calibur ou mesmo Street Fighter (Capcom), o lançamento nas arcadas antecede o lançamento para as consolas domésticas, servindo as arcadas para "tomar o pulso" à receptividade do jogo junto do público, neste caso o japonês. 

Não foi avançada, para já, uma data para lançamento na Wii U no Japão (nada indica que uma versão 3DS está a ser desenvolvida), seguramente pela razão já adiantada e tão pouco foi anunciado um lançamento no Ocidente, quer em versão arcada como Wii U e ainda será cedo para tal, como é compreensível. No entanto há pistas que apontam nesse sentido, nomeadamente a divulgação das informações do anúncio e o respectivo teaser trailer pelos suportes de media online e redes sociais das células americana e europeia da Pokémon Company. Normalmente quando se trata da divulgação de conteúdos exclusivos para o território japonês, a divulgação não vai além das plataformas da Pokémon Company nipónica. A outra pista assenta no registo dos nomes Pokkén Fighters e Pokkén Tournament quer na América como na Europa em Maio deste ano, por parte da Pokémon Company, o que será certamente uma pista credível para antever a intenção de seguir com o lançamento, mais tarde ou mais cedo, das versões ocidentais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Shaymin Pokeball