Análise: Pokémon Twilight Wings – Ep. 1: ‘Letter’

Boas, minha gente!

Posterbig

Desde há mais de vinte anos que, quando chega a altura de lançamento de uma nova geração de jogos Pokémon, Ash Ketchum (o conhecido protagonista do anime) tem como mandato divino viajar para a nova região e apresentar ás crianças uma panóplia de novos Pokémon. Por isso é que, quando tal não aconteceu com o lançamento de Pokémon Sword e Shield, os fãs ficaram, no mínimo, intrigados. Será que seria o fim do Ash como protagonista do anime? Será que iríamos ver histórias mais crescidas no anime, como muitos fãs imploram? Não, ainda não ia ser desta.

Contudo o anúncio de Pokémon Twilight Wings, em Dezembro de 2019, foi uma lufada de ar fresco que os fãs adoraram. Enquanto a série principal do anime seria transmitida semanalmente na televisão, e teria Ash a viajar por várias regiões do mundo Pokémon, esta nova série iria ser transmitida no YouTube mensalmente, teria início, meio e fim já estabelecidos, e iria passar-se inteiramente na nova região de Galar. E um ponto importante: o estilo da arte desta nova série seria o estilo pré-Sun e Moon.

Confesso que não liguei muito ao anúncio deste anime. Não me puxou muito, mas por um episódio por mês, não perdia nada por ver. Mas acabei por gostar imenso da série. Encontrei nela algo que já não encontrava em Pokémon há muito tempo. Gostei tanto, que decidi trazer-vos uma análise da série. Vou trazer-vos os episódios, e analisar cada um deles, e depois analisar a série como um todo.

Esta análise devia ter saído por volta do Natal de 2020, mas fui impedido de o fazer por razões de saúde.

Episódio 1 – Letter

Neste primeiro episódio conhecemos John, um pequeno rapaz que se encontra num hospital na região de Galar. Tanto John como o seu colega de quarto, Tommy, são grandes fãs do invicto campeão Leon, que se encontra a disputar uma batalha contra a Lider de Ginásio Bea. Todo o quarto destes dois rapazes está forrado a posters do Leon e do seu Charizard. O maior sonho de John é conseguir ver uma batalha do Leon ao vivo no estádio.

Não sabemos quais as razões para estes pequenos rapazes estarem no hospital, mas podemos discernir pelas suas roupas que o estado de saúde do John ainda inspira alguns cuidados. Enquanto que o Tommy tem vestido uma t-shirt e uns calções, e tem calçados uns ténis, John ainda enverga um pijama e uns chinelos, levando-nos a pensar que ele passa bastante tempo a dormir, ou pelo menos deitado na cama.

Logo após a batalha de Leon, o Presidente Rose e a sua assistente Oleana saem do estádio de Wyndon, onde podemos observar um “easter egg” de Ash e o seu Pikachu. O Corviknight do Flying Taxi que Oleana preparou não gosta de estranhos, algo que o condutor comenta com o Presidente Rose.

Imagem 2

Após ser lembrado que o Presidente Rose vai ao hospital onde ele se encontra, John declara que tem que lhe escrever uma carta, com o objetivo de receber um convite para ver uma batalha de Leon, ao vivo no estádio. Tommy diz que o Presidente não iria convidá-lo só porque sim, mas que talvez fosse mais fácil perguntar-lhe em pessoa. John responde e diz que tem de ser uma carta.

Enquanto John está ocupado a escrever a carta, o Presidente Rose assina a roupa de alguns miúdos que se encontram no hospital com John. Tommy estranha a demora de John e volta ao seu quarto para o ir buscar, mas este já acabou a carta e quer agora entregá-la ao Presidente, algo que é impossível, uma vez que o Presidente já partiu. E é então que John dá corda aos sapatos, e faz um sprint que faria inveja a qualquer velocista que se preze. Ele sobe as escadas do hospital em passo de corrida, chegando a cair pelo caminho e chega mesmo a ponderar desistir da sua missão, estando a meros 5 degraus da porta. Mas não desiste. Ele abre a porta para o “taxiporto”, e não encontra ninguém. Rose já se encontra a voar no taxi.

Durante algo que para o John pareceram horas, mas que, na verdade, foram segundos, John vê a sua missão falhar e, derrotado, decide voltar para trás. E é aqui que Corviknight se queixa, e força o taxi a voltar ao hospital. O Presidente Rose sai do taxi e fala com John, que quase desmaia. Corviknight não perde tempo e voa para trás do John, amparando-lhe a queda, algo que espanta o condutor do taxi, já que o Corviknight não gosta de estranhos.

Pkmn Twilight Wings Ep1

O Presidente pergunta a John se ele gosta de Pokémon, algo que John responde na afirmativa, ao que o Presidente comenta que os Pokémon parecem também gostar do John, que se encontra a fazer festas ao Corviknight. John lembra-se da sua missão e procura pela carta, que chega ao Presidente devido ao Corviknight voltar para onde estava. John revela que a carta que escreveu é para o Presidente, e pede-lhe para a ler.

Tommy vem a correr, encontra John e pergunta-lhe se entregou a carta ao Presidente. Este comenta para John que, se os Pokémon gostarem dele, ele pode vir a ser um bom Treinador. Depois de entrar no taxi, o Presidente comenta com Oleana que o desenho que John fez de Leon e do seu Charizard é bastante semelhante à equipa que representa.

E com uma montagem de várias outras personagens já conhecidas de quem jogou Sword e Shield, e com uma música fantástica a tocar, este episódio chega ao fim.

Análise do episódio

Este episódio introduz as personagens que não conhecíamos, e dá uma nova dimensão a algumas personagens que já nos eram familiares. E a mensagem deste episódio, nunca desistir, é algo que é sempre bom lembrar.

E fico-me por aqui, minha gente! Sempre que existirem novidades do mundo Pokémon, contem com o Poké Center Blog para vos informar.

Até à próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *