Pokémon Em 2024! – O Que Esperar?

Saudações Treinadores, daqui KuroBlitz e sejam bem-vindos ao início de uma nova rubrica aqui na PokéCenterBlog intitulada de “Round-Up de Rumores” onde iremos discutir os assuntos e novidades mais falados pela comunidade durante os últimos tempos.

É de relembrar que muitos destes terão instâncias com SPOILERS, mas nunca falando ou direcionado leaks que qualquer maneira ou fonte. Toda a especulação e teorias serão da minha autoria.

Com o lançamento do epílogo do DLC “The Hidden Treasure Of Area Zero” para Pokémon Scarlet e Pokémon Violet, muitos questionam sobre o que nos aguarda para o futuro da franquia e os seus jogos.

Neste artigo irei esclarecer quais as possíveis abordagens que a Game Freak pode tomar para 2024 e mais além, de modo a oferecer mais conteúdo para a Geração 9 para além da região de Paldea.

Johto – Desvendando o Mito

A região de Johto é a última a ser visitada à mais tempo, em 2009 com Pokémon HeartGold e Pokémon SoulSilver. Esta região nunca teve a chance de ser vislumbrada por si mesma, estando sempre na sombra da sua vizinha do leste – Kanto – ao ser a sua sequela, e tendo-a como postgame e muita de sua fauna não só no meio selvagem, mas também com NPCs notáveis e património – Sprout Tower, Slowpoke Well, etc.

Rumores

Existem imensas hipóteses para explorar Johto independentemente. A solução mais óbvia seria um “Legends Celebi” onde os eventos se passavam por volta do queimar das torres de Ecruteak, sendo assim uma prequela aos eventos de “Legends Arceus”.

Ver o Kamado e o Beni mais novos no Lake of Rage (outrora uma cidade, uma homenagem a ser tal no beta de Pocket Monsters 2) seria uma origem fascinante. Quem saber, pode ser que Johto seja Pokémon Legends Arceus 2 e ser uma prequela, como Bionicle e Xenoblade. Não existe nada a impedir Arceus de aparecer em múltiplas regiões já que Ele é o Pokémon Original.

Podiamos ter uma Golden Tribe e uma Silver Tribe como paralelo ao Diamond Clan e Pearl Clan… com um 3ºpartido referindo o mineral Bronze. Contudo, duvido que a região chamar-se-ia de Tohjo ou Sinjoh, e usar outro Pokémon Mítico para viajar no tempo seria redundante. Porém, imaginem não termos acesso a Kanto pois a região encontrava-se em guerra civil e a Liga Pokémon no Indigo Plateau ainda não foi estabelecida.

Até podiamos ver um Surge mais jovem, sendo um Faller como o Ingo foi em Hisui, este mantendo as memórias intactas na Geração 1 e fechando uma longa teoria para sempre.

Outras hipóteses, claro, seriam “faithful remakes” como foi com Pokémon Brilliant Diamond e Pokémon Shining Pearl, um port glorificado. Contudo, sem features de HeartGold e SoulSilver. Nada de Pokéathlon, PokéWalker, Safari Zone ou até mesmo uma GS Ball Plus com o Celebi. Eu chamaria a estes jogos de “Sparkling Gold e Glistening Silver”, com os prefixos apelarem ao lustro dos cristais do Terapagos.

Iriamos ter a Battle Tower pois existe em Pokémon Crystal e não em Scarlet e Violet, mas seriam o único equivalente a “conteúdo de Platinum em BDSP” pois até mesmo Let’s Go foi um remake de Pokémon Yellow, excluíndo as Sevii Islands. Termos um Let’s Go 2 é muito improvável, mas seria uma história engraçada.

Imaginem termos o Raikou ou o Entei como Ride Pokémon desde o início, tal como foi com Koraidon e Miraidon. O nosso rival (ainda o Silver, devido aos laços com Team Rocket) ter a besta oposta. Isso faria como que nesta continuidade os outros 2 Starters fossem para Kris e Lyra (ambas existirem como em Masters EX).

Quem sabe, talvez o Silver roube o ovo de Togepi e com este novo poder lendário querer reviver a Team Rocket em honra do seu pai – Giovanni. Talvez com acesso ao savefiles de Let’s Go Pikachu e Eevee podessemos combater Chase/Elaine no Mount Silver, eles usando a nossa equipa mais recente registada no Hall of Fame, algo não feito com FireRed e LeafGreen.

Estes jogos podiam-se chamar Pokémon Striking Crystal (Raikou) e Pokémon Igniting Crystal (Entei).

Unova – Reescrevendo a Lenda

A 5ª Geração de Pokémon anda a ter muita atenção com o DLC “The Indigo Disk” ao posicionar a Blueberry Academy na região de Unova… quando podiam e bem ter posto tal instituto nas ilhas da Madeira, Açores, Canárias ou Baleares… ao ponto de ter remixes da banda sonora de Pokémon Black e Pokémon White, personagens serem descendentes de Líderes de Ginásio, um encontro secreto com Meloetta no Terarium e réplicas da Chargestone Cave e da Nature Preserve estarem presentes nos seus biomes. Será isto uma pista ou preparação para o futuro? Ou apenas um “misdirect” de modo a cumprir a falta que os fãs têm desta região sem haver a necessidade de refazerem jogos ou até mesmo criar Black 3 e White 3.

Rumores

“Legends Kyurem” é muito falado, porém, eu pessoalmente não acho necessário. Legends Arceus não nos deu nenhuma nova forma para o Arceus, mas sim para Dialga ou Palkia. Não há necessidade de recriar o Original Dragon com a God Stone. Este Pokémon, vindo dos mares celestes e cósmicos, seriam Dragon/Water, apelando à última Drive de Genesect para além de Burn, Shock e Chill – Douse Drive.

Podem até fazer isso num “Legends Genesect” no futuro apocalíptico onde o Ghetsis da Rainbow Rocket de UltraSun e UltraMoon ganhou. Imaginem um segundo “Black2 e White2” onde todas as ruas estão patrulhadas por Totem/Noble Genesect com acesso a Drives de todos os Types e até mesmo Terastal States equivalentes às máscaras do Ogerpon.

Muito mais facilmente eles podiam fazer um “Episode Grey”, semelhante ao Delta de OmegaRuby e AlphaSapphire, onde um meteoro cai no Entralink, e aí vemos um segundo Alien Pokémon que resembla a criatura que aterrou no Giant Chasm e assustou os cidadãos de Lacunosa Town. Podemos envolver o Colress de uma outra maneira.

E com a presença de Rood e Zinzolin em Driftveil, é provavél que a Cold Storage nunca se transforme no World Tournament de Black2 e White2. Quem sabe, pode ser que reutilizem as Elemental Gems como Tera Shards e os Hidden Grottos como Raid Dens com Stellar Type Pokémon.

Por falar em postgame… Black e White tiveram sequelas, no entanto, eles podem ser condensadas em DLC. Comprar 2 carturchos de Nintendo DS por 45 euros cada equivale a comprar um cartucho de Nintendo Switch por 60 euros e ter DLC por outros 30.

Façam o Sudoeste de Unova ser uma Open Zone com as Routes 19 e 20, e façam Hisuian Species aparecer na Cave of Being. E se acharem importante, a segunda onde pode ser no Nordeste com Lentimas e Humilau, incluíndo as Routes 21, 22 e 23. No postgame original, nós ajudamos o Looker a prender os Sages da Team Plasma, não o Shadow Triad que liberta o Ghetsis.

E se neste jogo nós impedimos a sequela? Já para não falar que muito facilmente podem por o Marlon e a Roxie como mini-bosses diários tal como foi com Mina e Green em Let’s Go Pikachu e Eevee sendo Hugh o seu novo Battle Subway Boss após a reforma de Emmet. Quanto ao Nate, Rosa, Curtis e Yancy, desenrasquem-se.

Quanto a novos títulos, existem várias hipóteses. “Pokémon Pitch Black e Pokémon Stark White” se for a ILCA a fazer os jogos. Ou então, para enquadrar com o tema paradoxical de Paldea e juntar os 2 jogos num só criarem “Pokémon Ebony e Pokémon Ivory”. Refazer esta geração será deveras um risco.

Paldea – Explorando o Horizonte

Agora que a história de Pokémon Scarlet e Pokémon Violet chegou ao fim, ou pelo menos é essa a ideia, o que nos aguarda? A Nintendo Switch tem uma biblioteca bastante experimental e cheia de surpresas. O epílogo sobre a Mythical Pecha Berry é um epílogo para o DLC, não para os jogos em si. Será que isto remete para algo inesperado e sem precedentes… como mais um DLC (ondas 3 e 4)? Ou algo diferente?

Rumores

Criarem mais DLC para Scarlet e Violet não é impossível, porém duvidoso. Existem loopholes na história em relação aos Professores Sada e Turo, já para não falar existem narrativas incompletas. Isto pode ser retificado com uma interação final na Máquina do Tempo na Area Zero, talvez algo relacionado com a cor Amber (nós vemos esta cor não só nos labóratios dos pais do Arven, como também nas capas dos jogos).

Algo que podiam fazer eram Pokémon Scarlet 2 e Pokémon Violet 2. Estes seriam os jogos para 2024, tendo DLC em 2025 (onde abordam Johto e mitigam e necessidade para DLC, e criam uma nova província como foi com Kitakami)… mesmo que implique a criação de mais 15 novo Pokémon como foi feito com Kubfu a Enamorus (891 a 905) na Geração 8; e Dipplin a Pecharunt (1011 a 1025), tendo assim 1040 no total. A Geração 10 teria de ter 111 Pokémon (96+15) para que a Pokédex chega-se a 1151 (mais 1000 que 151).

Isso faz como que a Geração 10 comece em 2026, sendo ideal com o 30º aniversário da franquia, juntamente com o potencial sucessor da Nintendo Switch. Termos uma geração que dure 4 anos já não é feito desde os tempos de Diamond e Pearl. Agora… imaginem algo ainda mais estranho. Uma nova região. Sim, imaginem termos 2 regiões numa geração, com esta extra não afetando de todo a Pokédex, mas sim ser algo semelhante a Orre de Pokémon Colosseum, contudo sendo mainline, não sideline ou spin-off.

O Junichi Masuda visitou os Países Baixos o ano passado, e tal como Paldea, eles têm imensas papoilas e moinhos. Pode ser que a coligação Benelux (Bélgica, Holanda e Luxembergo) seja essa nova região. Numa versão do jogo começas num país diferente, sendo Luxemburgo postgame ou DLC. Aliás, o animé atual não está preso a Paldea, eles podem começar a Gen 10 já em 2024, quebrando de novo o padrão.

Os Starters de Paldea podem ser dados pelo Professor que deixou a Area Zero – Turo em Scarlet 2 e Sada em Violet 2, estes tendo novas formas regionais para as suas evoluções, ou então Terastal States. Aliás, se a Game Freak quiser, eles até podem refazer Sul de Kalos (nordeste de Paldea) como uma nova região independete pois a história de XY está inacabada. A província da Ocitânia tem uma cultura muito diferente do Norte de França. logo não é preciso Mega Evolução. O postgame por ser no principado do Mónaco. Isto também podia ser um Legends Victini já que a Estátua da Liberdade foi dada pelos Franceses aos Americanos; ele no Filme 14 adora comer macarons e vem a seguir ao Arceus na Pokémon (número 494).

E pronto, é tudo por hoje. Espero que tenham gostado desta nova rubrica. Mais virão no futuro.
O objetivo é ser publicada semanalmente; porém, mais artigos da minha autoria são-vos garantidos.
Fiquem atentos e deixei-nos saber do que acharam. Sem mais demoras, melhores cumprimentos.



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.